Fraternidade São Francisco de Assis

Fraternidade de São Francisco de Assis

Rua Costa Ferraz, 38, Rio Comprido, RJ
Tel: 2273-9761 / 2273-8387
e-mail: ofs.riocomprido@hotmail.com

Erigida Canonicamente em 1º de julho de 1967



Nossos encontros fraternos acontecem nos 2º e 4º domingos do mês, de 08:30 às 12:00 horas. Nos reunimos em nossa Sede após a Missa das 08:30 nos 2º domingos e nos 4º domingos nos reunimos em nossa Sede às 08:30 e às 11 horas temos a Santa Missa.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

POR QUE O MAL EXISTE?










POR QUE O MAL EXISTE?

Creio que esta seja a pergunta mais inquietante que o ser humano já fez e continua fazendo, cada vez que sente os efeitos da maldade sobre a criação e sobre si mesmo. Doenças incuráveis; catástrofes naturais; a luta ferrenha pela sobrevivência; o domínio dos poderosos sobre os menos favorecidos; guerras, fome, maus costumes, vícios, perversões de toda espécie, degradação moral; corrupção e uma lista interminável de maldades percebidas a todo instante e em todos os lugares.


Para compreendermos melhor esse assunto, devemos partir da Revelação Natural e Sobrenatural de Deus; tudo o que Deus criou é bom, belo, carrega sua unicidade e por isso é mantido pelo Criador, funcionando perfeitamente conforme as leis naturais que Ele concedeu para o nosso bem. No entanto, quando constatamos que algo não vai bem, vemos nesse desequilíbrio a ação maléfica do homem, interferindo naquilo que antes funcionava perfeitamente. Mas, então, qual a origem dessa ação maléfica no homem? Ou, em outras palavras, como surgiu a malignidade na face da terra?


Ora, pela Revelação que Deus nos faz de Si mesmo e da história da salvação humana na Sagrada Escritura, sabemos que o mal é de origem espiritual. Fomos criados por Deus à sua imagem e semelhança em total liberdade, para, a partir dessa liberdade, vivermos em perfeita comunhão com o nosso Criador e Pai, até chegarmos à plenitude dessa liberdade, a vida eterna. Ocorre que o homem quebrou essa união entre criatura e Criador, cedendo sua liberdade à um ser espiritual, cujo nome na Revelação, é satanás, anjo de luz que se rebelou contra Deus, porque recusou servir ao Senhor. Nada disso, porém, se deu sem o consentimento livre do homem, sem sua decisão consciente. Todavia, o Senhor não levou em conta o pecado do homem, por sua inferioridade natural, mas deu curso à sua obra criada para que chegue à perfeição de sua glória.


COMO DISCERNIR A AÇÃO DO MAL NO MUNDO?

O Senhor deu à nós, seres humanos, dons naturais e graças sobrenaturais para termos a percepção e o entendimento sobre a preservação da vida e o sentido eterno dela. Dentre os dons naturais que Deus nos deu, temos as faculdades da alma: vontade, inteligência e desejos; temos também os instintos e todos os sentidos; a liberdade de ser e existir e o poder de decisão. Por outro lado, dentre os graças sobrenaturais, temos o dom do Espírito Santo, a filiação divina, a graça da ressurreição, a proteção dos anjos da guarda, a proteção especial do Senhor por nossa fé e obediência aos santos mandamentos de Sua Lei e a graça da oração pela qual invocamos o seu santo nome sobre nós e sobre todas as outras criaturas. Ora, dotados de capacidades e bênçãos tão especiais, podemos discernir perfeitamente as ações maléficas do inimigo de Deus e de nossas almas no mundo, para não compactuarmos com sua revolta e malignidade; e para neutralizarmos suas terríveis ações.


Uma alma em estado de graça é uma alma em perfeita comunhão com a vontade de Deus, isto é, conduzida pelo Espírito Santo, dotada de todas as virtudes que a santifica. Sabemos que o maligno não pode se aproximar da Luz de Cristo que ilumina as almas alimentadas pela Sagrada Comunhão Eucarística, por isso, temos que evitar todo tipo de pecado e mantermos a vigilância como Jesus nos ensinou: “Vigiai e orai para que não entreis em tentação. O espírito está pronto, mas a carne é fraca”. (Mt 26,41); e também nunca nos afastarmos da Santa Comunhão do Corpo e Sangue, Alma e Divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que vive e Reina por toda eternidade. Amém!


Então, por que o mal existe? Porque é uma revolta espiritual contra Deus e contra seus filhos e filhas, mas ele já foi vencido pela Paixão, Morte e Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo. Agora, esperamos apenas que Jesus ponha o último inimigo debaixo de seus pés; o último inimigo a ser derrotado é a morte (Cf. 1Cor 15,26). Para os que estamos em Cristo ela já foi vencida (Cf. Jo 14,1-3); para os que ainda estão sob o seu jugo, resta o arrependimento e a purificação de suas almas, para que tenham vida e a tenham abundantemente em Cristo Jesus (Cf. Jo 10,10).


Paz e Bem!


Frei Fernando,OFMConv.


 Fonte: Blog Brasil Franciscano

Nenhum comentário:

Postar um comentário