Fraternidade São Francisco de Assis

Fraternidade de São Francisco de Assis

Rua Costa Ferraz, 38, Rio Comprido, RJ
Tel: 2273-9761 / 2273-8387
e-mail: ofs.riocomprido@hotmail.com

Erigida Canonicamente em 1º de julho de 1967



Nossos encontros fraternos acontecem nos 2º e 4º domingos do mês, de 08:30 às 12:00 horas. Nos reunimos em nossa Sede após a Missa das 08:30 nos 2º domingos e nos 4º domingos nos reunimos em nossa Sede às 08:30 e às 11 horas temos a Santa Missa.

domingo, 26 de setembro de 2010

O que fazemos com Lazaro?

A parábola do Evangelho deste domingo, nos convida a uma reflexão, em nossa maneira de ver, como nos comportamos com a lembrança daquele personagem andrajoso que pedia esmola na porta da casa de um homem rico.

Hoje em dia, ainda há muitos lázaros que pedem uma esmola nas portas de nossas casas, nas ruas, nas portas das Igrejas, e também de pessoas desempregadas necessitando de um auxílio, para pagar a conta de luz, ou de alimentos necessários a sua sobrevivência.

Também - como não! - existem pessoas ricas que fazem banquetes, sem pensar no que acontece perto das portas de sua mansão, pois tem seguranças para impedir a aproximação dos indesejáveis - os pobres pedintes.

Provavelmente a maioria de nós, não pertence a nenhum desses dois grupos. Não estamos entre os lázaros deste mundo dispomos do mínimo e um pouco mais, às vezes até um pouco mais. Mais também não parecemos com o rico de que trata a parábola e nem com os de nosso mundo, que freqüentam lugares em que seríamos vistos como andrajosos lázaros. A partir daí, podemos pensar que a parábola nada tem a ver conosco.

Mas as parábolas sempre nos mostra a realidade, e o fazem para que possamos entedê-la melhor. Na oposição entre o rico e o lazaro, compreendemos melhor, que não podemos viver como cristãos, uma vida em que enxergamos apenas, nossos próprios interesses e preocupações.

Lázaro são os pobres andrajosos que vemos pelas ruas pedindo uma esmola ou um pão. Viver como franciscano, significa abrir nossos corações e nossos olhos, para este problema tão comum nos dias de hoje e que deixamos escondido, vendo somente nossos interesses pessoais e o que mais nos agrada.

Lázaro deve significar para nós, uma pessoa que necessita de ajuda, ele pode estar perto de nós. Ser um irmão ou irmã da nossa Fraternidade, ou bem perto de nossas casas.

Como podemos ser solidários com eles?

O que fazer para ajudá-los?

Fonte: Irmão Aloysio - OFS Rio Comprido RJ

Um comentário:

  1. Nós como Franciscanos somos um elo entre o mundo de Lázaro e do homem rico, temos a missão de ajudar os lázaros existentes em nosso mundo e de mostrar aos homens ricos o verdadeiro caminho que leva a Deus, que é amar ao próximo e que seus bens são também para servir a toda criação de nosso Deus.

    ResponderExcluir