Fraternidade São Francisco de Assis

Fraternidade de São Francisco de Assis

Rua Costa Ferraz, 38, Rio Comprido, RJ
Tel: 2273-9761 / 2273-8387
e-mail: ofs.riocomprido@hotmail.com

Erigida Canonicamente em 1º de julho de 1967



Nossos encontros fraternos acontecem nos 2º e 4º domingos do mês, de 08:30 às 12:00 horas. Nos reunimos em nossa Sede após a Missa das 08:30 nos 2º domingos e nos 4º domingos nos reunimos em nossa Sede às 08:30 e às 11 horas temos a Santa Missa.

terça-feira, 13 de abril de 2010

Não podemos servir a Deus e ao dinheiro

Com o tema "Economia e Vida" e o lema "Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro" (Mt 6 ,24), a campanha tem o objetivo de colaborar na promoção da economia a serviço da vida, fundamentada no ideal da cultura de paz.

"Colaborar na promoção de uma economia a serviço da vida, fundamentada no ideal da cultura da paz, a partir do esforço conjunto das Igrejas Cristãs e de pessoas de boa vontade, para que todos contribuam na construção do bem comum em vista de uma sociedade sem exclusão."

Este é o objetivo da Campanha da Fraternidade 2010, lançada no dia 17 de fevereiro (quarta-feira de cinzas) em Brasília.

Criada pela Igreja Católica em 1964, a Campanha da Fraternidade deste ano será ecumênica, a exemplo do que ocorreu em 2000 e 2005. Neste ano, as Igrejas do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic) propõem uma reflexão sobre o sistema econômico vigente do país, inspirada no versículo bíblico "Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro" (Mt 6, 24).

O texto Base faz uma análise da economia do país e enfatiza que ela deve estar a serviço da vida. "A economia não é uma estrutura autônoma. Ela faz parte das prioridades políticas. As políticas econômicas e as instituições devem ser julgadas pela maneira delas protegerem ou minarem a vida e a dignidade da pessoa humana, sustetarem ou não as famílias e servirem ao bem comum de toda a sociedade", diz parágrafo 26.

O tema desafia a sociedade a responder a algumas questões: como vivemos nossa fé num país em que grande parte das pessoas vive em situação de fome e miséria?
O texto sugere também ações concretas a serem assumidas pelas comunidades, por exemplo a eduacação para a solidariedade e uma economia solidária com compromisso social.
A Campanha da Fraternidade é lembrada durante toda a quaresma e, no Domingo de Ramos, 28 de março, será feita a Coleta da Solidariedade como gesto concreto. Os valores arrecadados serão aplicados em projetos que visem a superação da exclusão social e econômica no país.
Vale a pena mergulharmos nos ensinamentos e questionamentos que essa campanha ecumênica nos propõe.
Rezemos então com a Igreja, pedindo um coração sensível as realidades atuais, para que não nos tornemos alheios ao momento histórico que vivemos.

Fonte: Revista Toca para Igreja - Fevereiro/Março de 2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário